domingo, 12 de setembro de 2010

LONGE NO CÉU POENTE


Longe no céu poente


Lá longe, perto do céu
lá longe, no fim do mar
há um incendio, um fogaréu
uma floresta a queimar?!


Não, não! É um palácio de ouro,
de ouro, de ouro -
à flor do mar.
Por sobre as águas rolando,
branquejando, uma por uma
passam nuvens a boiar...
nuvens franquinhas saltando,
nuvens branquinhas de espuma
sobre as águas a rolar?!



- Não, não: é um cavalo solto
que vai sem freio, revolto,
crina branca à flor do mar!


Quem me dera ir galopando
nesse cavalo espumando
e entre os ventos a voar...
galopando, galopando
até o palácio cor de ouro,
todo de ouro além mar!


Murilo Araújo


Foto: Leila Marina
Praia do Hermenegildo, Santa Vitória do Palmar, RS

Nenhum comentário:

Postar um comentário