sexta-feira, 24 de abril de 2009

SEMEADOR



"Quando um semeador sepulta uma semente, ele se entristece por alguns momentos e se alegra para a posteridade. Entristece-se, porque nunca mais a verá. Alegra-se, porque ela renascerá e se multiplicará em milhares de novas sementes".
Augusto Cury
O Mestre do Amor


3 comentários:

  1. "Eis que o semeador saiu a semear. E, ao semear, uma parte caiu à beira do caminho; foi pisada e as aves do céu a comeram. Outra caiu sobre a pedra; e, tendo crescido, secou, por falta de umidade. Outra caiu no meio dos espinhos; e estes, ao crescerem com ela, a sufocaram. Outra, afinal, caiu em boa terra, cresceu e produziu a cento por um" (Lucas 8: 5-8).

    ResponderExcluir
  2. Quanta sabedoria nesta parábola!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. "A semente é a palavra de Deus. A que caiu à beira do caminho são os que a ouviram; vem a seguir o diabo e arrebata-lhes do coração a palavra, para não suceder que, crendo, sejam salvos. A que caiu sobre a pedra são os que, ouvindo a paçavra, a recebem com alegria; estes não têm raiz, crêem apenas por algum tempo, e na hora da provação se desviam. A que caiu entre os espinhos são os que ouviram e, no decorrer dos dias, foram sufocados com os cuidados, riquezas e deleites da vida; os seus frutos não chegam a amadurecer. A que caiu na boa terra são os que, tendo ouvido de bom e reto coração, retém a palavra; estes frutificam com perseverança" (Lucas 8:11-15).

    ResponderExcluir