quinta-feira, 23 de abril de 2009

Poesia - Humanos - Loila Matos - Imagem - Glicínia em Flor - Canguçu - RS - Brasil




Humanos!


Humanos do novo do milênio,
Despertem do sono mórbido
Olhem a natureza!
Não a façam morrer de tristeza.

Choram córregos, rios e mares
Por serem tão maltratados!
Atentem para os sinais,
Eles não podem ser desprezados.



Humanos, ó humanos!
Façam a tecnologia crescer,
Mas não esqueçam da semente
Do bem, fazer renascer.



Humanos, desfrutem do privilégio
Que o Criador lhes ofertou,
E sintam a beleza pura,
Convergindo suas ações
Para o bem da criatura.


Loila Teresinha Cunha de Matos
Abril de 1999


Imagem:

Glícínia - Wistéria-Japonesa - Wisteria floribunda (Willd.) DC. - Canguçu, RS, Brasil
Plantas para Jardim no Brasil herbáceas, arbustivas e trepadeiras - Harri Lorenzi

Foto: Loila Matos

Lembrete:

Esta poesia está num slide no site www.pranos.com.br, no espaço outros.






7 comentários:

  1. O Século XXI e o 3.º Milênio não começaram em 1.º de janeiro de 2000 e sim em 1.º de Janeiro de 2001 ! Tem muita gente que comemorou a data duas vezes, tal a confusão e polêmica que se estabeleceu na época (do Google: A Virada do Milênio).

    ResponderExcluir
  2. Parabéns mais uma vêz!Lindo!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Até que enfin deixer de ser ANONIMO....heheheh

    ResponderExcluir
  4. Olá! ROSBAK, realmente este tema é muito complexo mas...Estamos aqui e vale a celebração da vida.Vivamos!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  5. Olá! Leila!!!Aleluia! A mente domina a matéria e nós vamos dominando a tecnologia. Devagar...é claro, porém chegamos lá.

    ResponderExcluir
  6. Lindíssima HUMANOS!!! Usarei Humanos no meu retorno as atividades, elá é ótima p/ uma bela reflexão em minhas disciplinas!

    ResponderExcluir
  7. Eta filhinha!!! Já pensando no retorno. Agradeço ao Senhor da LUZ pelas graças recebidas!!!

    ResponderExcluir