quinta-feira, 30 de maio de 2013

A Virtude - Oráculo Manual e Arte de Prudência - Baltasar Gracian - 1601- 1658 - Sol Poente - Canguçu - RS - Brasil

Em uma palavra, santo, e eis que tudo está dito.
A Virtude entrelaça todas as boas qualidades, ela é o centro da felicidade; torna a pessoa prudente, atenta, sagaz, sensata, sábia, valorosa, moderada, íntegra, feliz, merecedora de aplausos, verdadeira e universal. Três ESSES trazem bem-aventurança: santo, são e sábio. A virtude é o sol do mundo menor e tem por hemisfério a consciência tranquila; é tão linda que confere a simpatia de Deus e dos povos. Não há nada mais amável que a virtude, nem nada mais aborrecido que o vício. É a virtude que conta, o resto são pilhérias. A capacidade e grandeza há de se medir pela virtude, não pela fortuna: somente ela basta a si mesma: em vida, torna a pessoa digna de ser amada; e, morta, digna de ser lembrada.

Baltasar Gracian - 1601- 1658

Fonte: Oráculo Manual e Arte de Prudência

Tradução, comentários e notas de: Morus

Imagem: Sol Poente - Canguçu, RS, Brasil

Foto: Loila Matos

Lembretes

Ler o Livro!
Ofertar Livros

Ver belas Imagens em: Canguçu em Cores II

http://cangucuemcoresii.blogspot.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário