quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Libélula - Poesia


Ó, libélula equilibrista!
Tu encantas e seduzes
Vestida de amarelo
Transmutas a emoção num elo.
Com asas vaporosas
Trazes a magia ao voar
Despertas anseios adormecidos,
Acendes o brilho no olhar
E fazes o coração acelerar.


Local da Imagem: Canguçu, RS


Nenhum comentário:

Postar um comentário