quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Rui Barbosa - Mensagens

  • As aspirações caminham para o ideal; as ambições para o interesse. As primeiras moralizam e sublimam o homem. As segundas o corrompem e degradam.
De tanto ver triunfar as nulidades,
De tanto ver crescer as injustiças,
De tanto ver agigantarem-se os poderes
nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude,
a rir
da honra, e ter vergonha de ser honesto.
  • Fora da liberdade, não sonhe ninguém a verdadeira prosperidade, material ou intelectual. Vós, os que buscais na terra, amanhada com devoção, os tesouros, que vos oculta o seu seio inexaurível, não acrediteis que o trabalho possa medrar onde uns homens são servos de outros, onde a raça perde a sua virilidade no cativeiro, onde o torrão que se ara com amor se encrava nos desertos estéreis da escravidão. Vós, os que vos tendes entregado às artes, às letras, às ciências, não esqueçais que de todas elas a mãe é a liberdade, e que sem esta o desenvolvimento daquelas, é uma quimera fatal.
Rui Barbosa
A BÍBLIA DO OTIMISMO; R. STANGANELLI

Nenhum comentário:

Postar um comentário