quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Canção Mínima - Cecília Meireles - Dia do Poeta - Imagem - Canguçu - RS - Brasil

Canção Mínima

No mistério do Sem-Fim,
equilibra-se um planeta.
E, no planeta, um jardim,
e, no jardim, um canteiro,
no canteiro, uma violeta,
e, sobre ela, o dia inteiro,
a asa de uma borboleta.

Cecília Meireles

Imagem: Um Cravo... uma Borboleta - Canguçu, RS, Brasil

Foto: Loila Teresinha Cunha de Matos

Fonte: Concurso Público - MPE

Lembrete:

Dia do Poeta!!! Parabéns!!!

Ver:
  • Soneto de Fidelidade - "O Poetinha" - Vinicius de Moraes

http://cangucuemcores.blogspot.com.br/2009/06/soneto-de-fidelidade.html

  • Inscrição na Areia - Cecília Meireles

http://cangucuemcores.blogspot.com.br/2016/07/inscricao-na-areia-cecilia-meireles.html
  • Caminheiro -Renato Castelo Branco
http://cangucuemcores.blogspot.com.br/2009/05/caminheiro.html
  • Soneto de Separação


Cantares - Antonio Machado  - Português e Espanhol
Caminhante não há caminho, se faz o caminho ao andar...
  • O Homem e a Água - Mario Quintana
  • Saudade - Lauro Rodrigues

Nenhum comentário:

Postar um comentário