quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Vago é meu Pago - Apparicio Silva Rillo - Imagem - Canguçu - RS - Brasil

Vago é meu Pago

Vago é meu pago.
Este que trago,
cicatriz em mim,
Raiz de minhas íntimas origens,
veio subterrâneo de onde vim.

Vago é meu pago.
Este que trago,
em músculos e ossos.
Inteiro como foi porque é memória,
flor de perenidade entre destroços.

Vago é meu pago.
Este que trago
como sombra e manto.
É meu destino a cruz de sustentá-lo
nos alicerces de vento de meu canto.

Fonte:
http://www.paginadogaucho.com.br/poes/asr-pv.htm


Imagem: Quero-Quero Vigilante do Pago - Canguçu, RS, Brasil

Foto: Jorge


Ver:
Hino de Canguçu - Princesa dos Tapes
http://cangucuemcores.blogspot.com.br/2009/04/hino-de-cangucu.html

http://pt.wikipedia.org/wiki/Apar%C3%ADcio_Silva_Rillo
http://www.paginadogaucho.com.br/escr/asr.htm
http://www.paginadogaucho.com.br/escr/asr-bio.htm

Canguçu em Cores II

Pituã - Bem-te-vi
http://cangucuemcoresii.blogspot.com.br/2014/11/pitua-haikai.html

Calhandra - Haikai
http://cangucuemcoresii.blogspot.com.br/2016/05/eta-calhandra-haikai-imagem-ave.html

Cochicho - Espinero
http://cangucuemcoresii.blogspot.com.br/2016/05/cochicho-espinero-anumbius-annumbi.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário