terça-feira, 23 de setembro de 2014

Canção do Exílio - Gonçalves Dias - Goethe


Kennst du das Land, wo Citronen blühen,
In dunkeln Laub die Gol-Orangen glühen?
Kennst Du es wohl? - Dahin, dahin!
Möcht' ich... ziehn.

Goethe

[Conheces o pais onde florescem as laranjeiras?
Ardem na escura fronde os frutos de ouro...
Conhecê-lo? Para lá, para lá quisera eu ir!]

Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá;
As aves que aqui gorjeiam,
Não gorjeiam como lá.

Nosso céu tem mais estrelas,
Nossas várzeas têm mais flores,
Nossos bosques têm mais vida,
Nossa vida mais amores.

Em cismar, sozinho , à noite,
Mais prazer encontro eu lá;
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o sabiá.

Minha terra tem primores,
Que tais não encontro eu cá;
Em cismar - sozinho, à noite -
Mais prazer encontro eu lá;
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

Não permita Deus que eu morro,
Sem que eu volte para lá;
Sem que desfrute os primores
Que não encontro por cá;
Sem qu'inda aviste as palmeiras,
Onde canta o sabiá.

Gonçalves Dias

Fonte: Poesias Completas de Gonçalves Dias - 1965
Imagem: Sabiá-laranjeira
Local: Canguçu, RS, Brasil
Foto: Loila
Lembretes:
Ler o Livro!
Ofertar Livros!
Ver:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Johann_Wolfgang_von_Goethe
http://www.algumapoesia.com.br/poesia2/poesianet174.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Can%C3%A7%C3%A3o_do_Ex%C3%ADlio
http://www.vidaempoesia.com.br/goncalvesdias.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Gon%C3%A7alves_Dias
http://www.fotografandopassarinhos.com.br/2013/01/sabia-larangeira-turdos-rufiventris.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário