domingo, 1 de dezembro de 2013

Sonhos e Memória - Maria João Cantinho

O mar que trago em mim, guardado em dias cinzentos, é tão real que quase chego a pensar que existe. Mas são coisas antigas , os rasgos do Tempo, essa nebulosa que trago ainda. Nada existe a não ser esses sonhos que me atravessam a memória.

Fonte: Caligrafia da Solidão - Maria João Cantinho - Excerto 
Local da Imagem: Praia do Hermenegildo, Santa Vitória do Palmar, RS - 2013
Fotógrafa: Leila
Lembretes: 
Ler o livro!
Presentear livros!

Nenhum comentário:

Postar um comentário