terça-feira, 2 de abril de 2013

Um pouco de mim - Arlete Gudolle Lopes - Poesia - ZERO HORA - Imagem - Canguçu - RS - Brasil

Um pouco de mim

Sou nuvem e vento,
estrela cadente, o princípio
e o fim...
Sou fúria... Sou trégua...
caminho e passadas,
silêncio e candura,
um pedaço de nada.
Sou rapadura e dura rapa.
Sal, areia, noite e dia.
Sol e vento, um pouco de som,
um tudo, um talvez quase
não...
Um raio de sol, uma brisa,
as gotas da chuva,
o trovão e a trovoada.
A guerra e a trégua,
a cachoeira e a flor,
cabelos hirsutos,
a cara escavada.
Espuma e sabão,
um amontoado de angústia,
dois sons.
dois gemidos e nada mais.

Arlete Gudolle Lopes

Fonte: ZERO HORA
Almanaque Gaúcho - 2 de abril de 2013

Imagem: Estrada - Canguçu, RS, Brasil

3 comentários:

  1. Obrigada, Loila, por teres publicado esse meu poema. Vou adorar que divulgues também o meu primeiro livro, "O inquietante perfume de cravos".

    Posso te mandar a sinopse do livro e a capa para tu analisares e os expores neste lindo espaço?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa-Noite! Estou lisonjeada!!! " O inquietante perfume dos cravos"...!!! Aguardo!!!
      Sucesso!!!

      Excluir