quarta-feira, 6 de março de 2013

Meu Número - Poesia


MEU NÚMERO

Pena eu não ser uno, vencedor
Minha dualidade confunde
Espanta, afasta!
Claro que não sou um 3, aberto, artístico.
Nem um 5 – aventureiro, destemido, mutante!
Nada tenho de social como um 6 que é centro, líder da rodinha.
Não tenho a sorte de um 7.
Nem o luxo de um 8.
Tão pouco o desprendimento de um 9.
Sou 11 mestre, número dos cármicos desafios.
Número dos que precisam ajudar.
Por vezes me vejo como um simples 2.
Mas sou a soma de todos os números em mim contidos.
Essência!
Aroma,
Terra
E ar

Numerologia
A base da Numerologia está no filósofo grego Aristóteles. Lembram do Teorema ?
Pitágoras ensinou a ciência dos números relacionando-os com a Musical, a Geometria, e a Astronomia.
Ensinou que os princípios que regem os números são os mesmos que regem o Universo e, consequentemente, a nossa existência. Com base nos ensinamentos de Pitágoras, mais tarde, atribuíram-se valores de 1 a 9 às letras do alfabeto, de tal modo que o nome passou a revelar a energia do Destino de uma pessoa.
Nosso nome, nosso nascimento é uma força vinda da Natureza, do Universo.
Fontes:
Numerologia - Aparecida Liberato & Beto Junqueyra
Números Quentes - Jean Simpson
Ver:

Nenhum comentário:

Postar um comentário